top of page

Lançamento de Livro & Book Party de Half Love, Meta(de) Amor - Dias 10 e 12 de Junho



Um livro de poesias bilíngues em Português e Inglês, que toca em assuntos como amor e perdas, trauma e cura, feminilidade, saudade de casa e imigração. Dentro dessas 175 páginas, você encontra uma década na vida de uma mulher imigrante dividida em seis capítulos que falam sobre vida, amor e morais. Cada capítulo alterna entre poemas escritos em Português e traduzidos para o Inglês, e poemas escritos em Inglês e traduzidos para o Português. Os leitores são levados a uma jornada onde a autora sobrevive um “exílio voluntário” ao deixar abertas as portas das novas possibilidades. E esperança é sempre uma ótima noticia, certo?


O livro também é o portal que divide dois mundos: Brasil e Estados Unidos, deixando cérebro e coração pela metade: metade Português, metade Inglês, metade amor, metade vida. Dentro dessas páginas estão guardadas as expectativas de uma aventura que, de início, parecia mal planejada, sonhos, paixões avassaladoras, amores errados e muitas divagações sagitariANAS sobre vida, amor e perdas.


No cruzamento das línguas, tudo acontece em dobro, numa tradução simultânea de sentimentos, vozes e olhares que se misturam como palavras derretidas numa panela. Sendo assim, as traduções feitas pela própria autora são uma tentativa de juntar pedaços culturais da coletividade latino-americANA, e da individualidade a lá Estados (des)Unidos, ajustando seus volumes para que o botão do meio deixe de ser apenas silêncio de barulhos interrompidos.


-


PRESS RELEASE

Contato: WeBook Publishing

Email: webookpublish@gmail.com

Data: 06/06/21


ROTEIRISTA CHAPECOENSE QUE MORA NOS ESTADOS UNIDOS

LANÇA OBRA POÉTICA BILÍNGUE


Natural de Chapecó, a catarinense Ana Silvani mora em Los Angeles desde 2006. Formada em Letras pela Uno Chapecó, e com especialização em Entretenimento pela UCLA, o seu primeiro livro de poemas bilíngues Half Love, Meta(de) Amor tem lançamento previsto para quinta-feira, dia 10 de junho, pela Editora WeBook. Escrito em Português e Inglês, o livro toca em assuntos como amor e perdas, trauma e cura, o feminino, saudade de casa e imigração. Dentro de 175 páginas, você encontra uma década na vida de uma mulher imigrante dividida em seis capítulos que falam sobre vida, amor e morais. Os poemas foram escritos entre 2010 e 2020, um período de adaptação e sobrevivência.


A autora define a escolha de se mudar para outro país como um “exílio voluntário” e faz especulações sobre esse tipo de experiência já que elas podem “bloquear nossos olhos assim como uma rua sem saída, mas o lado bom de viver em dobro é que isso também pode significar manter as portas de novas possibilidades abertas.” A obra, disponível em capa dura, capa comum e e-Book, pode ser interpretada como o portal que divide dois mundos e deixa cérebro e coração pela metade dentro desse lugar literário novo. De acordo com Silvani, ela já escutou que seus versos lembram a poesia moderna de Rupi Kaur. Ana se inspira na solidão de Sylvia Plath, na acidez de Clarice Lispector, e na astúcia bilíngue da poeta espanhola Leticia Sala.


O leitor pode divagar em seus sonhos, contos de amores errados e suas considerações sagitariANAS sobre vida e morte. A poeta explica que no cruzamento das línguas, tudo acontece em dobro, numa tradução simultânea de sentimentos, vozes e olhares que se misturam como palavras derretidas numa panela. Sendo assim, as traduções feitas pela própria autora são uma tentativa de juntar “pedaços culturais da coletividade latino-americANA, e da individualidade a lá Estados (des)Unidos, ajustando seus volumes para que o botão do meio deixe de ser apenas silêncio de barulhos interrompidos,” ela conclui.


A comunidade brasileira/latino-americana e a mídia são convidadas a explorar o universo bilíngue de Ana a partir do dia 10 de junho.


Sábado, dia 12, Dia dos Namorados, acontece uma live de lançamento no Instagram (@anasilvani) das 18h às 21h, com a criadora da capa Drica Lobo e outros convidados especiais.


-


TÓPICOS PARA ENTREVISTAS:


Fale com Ana sobre tópicos relacionados à Literatura, escrita criativa, filmes, livros, poesia bilíngue, estudos da tradução, e imigração.


  • Quais são os principais desafios de escrever numa segunda língua?

  • Como você traduz poesia?

  • Por que um livro de poesia bilíngue?

  • O que conecta o seu trabalho com filmes e livros?

  • Como você se sente traduzindo os seus próprios textos?

  • Próximos projetos culturais para o futuro?

7 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page