top of page

Reading Languages Para Entender Diferenças

A leitura de livros traduzidos e estrangeiros ajuda a criar uma conexão entre língua e as propriedades diversificadas de aprender novas palavras, não somente para adquirir novas habilidades, mas para perceber as diferenças culturais.



Sempre ouvimos falar do Duolingo e sua pequena coruja verde que te pressiona a aprender novas palavras, eventualmente adicionando-as ao seu vocabulário. Mas, não existem outras maneiras de aprender? Sim, existem! Ao ler em outra língua, entender o que é falado e ver aquilo traduzido para sua própria língua é uma ótima oportunidade para não só reconhecer uma palavra numa língua estrangeira, mas entender o significado dela.

Os textos traduzidos que contém o idioma original lado a lado ajudam o leitor a adotar a habilidade de reconhecer uma palavra e seu significado. Isso não somente o ajuda a entender o que é dito, mas também a entender porque certa frase existe. O inglês tem falas metafóricas como ‘break a leg’ que é um incentivo e não dano literal, mas a tradução da frase em outras línguas seria estranho. Palavras não são sempre traduzidas literalmente, e às vezes, uma certa palavra tem um significado diferente em diversas línguas.

Por exemplo, no espanhol, a palavra para ‘falar’ (hablar) depende da frase onde ela se encontra, no tempo verbal em que é dita, e quem a diz. Muito como o inglês e suas mudanças no uso do tempo, uma língua é circunstancial ao tempo verbal, lugar, e às vezes, até ao significado cultural. Mas, outros idiomas têm significados tão particulares à língua de origem que revelam um pouco da cultura.

Uma palavra como 'flâneur', de origem francesa, não consegue ser traduzida diretamente ao inglês sem uma longa explicação do seu significado, que é traduzido para “aquele que caminha sem rumo, mas com prazer, observando a vida e seus arredores.” Há palavras parecidas no inglês, como “wanderer,” mas ainda falta o aspecto do prazer, pois não é necessariamente prazeroso quando alguém vagueia. Outras palavras podem ter uma conexão ainda mais profunda com sua significância cultural.

A palavra ‘saudade’, por exemplo. ‘Saudade’ origina da cultura portuguesa, significando um sentimento de nostalgia relacionado ao temperamento português ou brasileiro. É uma palavra que descreve uma nostalgia emocional ou um intenso anseio melancólico por alguém ou algo que está ausente e que traz um apego profundo. Esse anseio é expressado em literatura e música portuguesa e brasileira. Nenhuma palavra em tradução inglesa é capaz de expressar esse certo sentimento sem antes entender as pessoas que conhecem essa palavra de sua cultura. Assim, a leitura de um texto traduzido junto com seu idioma original dá aos leitores uma oportunidade.

Essa oportunidade é a capacidade de ver um pouco da cultura de onde o texto veio. As palavras não são naturalmente separadas de sua origem quando são traduzidas para outra língua. Na verdade, as palavras revelam ao leitor sobre a vida do escritor, suas intenções e sua cultura. Assim, diversificar seu conhecimento lendo textos traduzidos que incluem o idioma original proporciona um avanço para entender as diferenças entre tantas línguas, eventualmente adotando-as em sua fala e aprendizado.



Tradução: Beatriz Nascimento





13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page